segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Bom Feeling

Feeling....sim sensações....é muito bom termos boas e novas sensações dentro de nós...sentir-mos vivos pela vida, fazer-nos sorrir , viver....
As vezes pensamos que sentimos isso.....mas será que sentimos realmente, ou apenas é uma fachada que temos dentro de nós.....quantos de nós é que sente apaixonados pela vida, no seu verdadeiro conceito? Posso dizer que depois de uma semana intensa...e em pouco tempo apreendi muitas coisas. Umas pensei que sabia com 100% de certeza outras nem tanto.Mas também fez-me muito bem,tanto que "acordei" para uma nova vida, não deixado ser quem sou mas sim viver com muito mais intensidade, com paixão, mas sabendo sempre em que chão piso, as vezes custa dar o passo, mas temos que dar. A vida não é cor de rosa, mas somos nós que podemos fazer com que seja durante muito tempo.....tudo depende das atitudes que tomamos e quais os objectivos que queremos da vida. Agora ´aproveitar e deixar sair tudo o que sentimos e pensamos...porque partilhar é algo fantástico. Contra mim falo.....ou melhor falava.....quebrei a barreira que têm a vossa frente....porque do outro lado temos uma vida cheia de oportunidades que as vezes não vimos , ou melhor não queremos ver com receio....porque o medo de seguir em frente é demasiado grande. Façam uma pergunta a vocês mesmos....eu já fiz ela este fim de semana. Até que ponto querem quebrar essa barreira que têm a frente de vocês....e até que ponto é que estão preparados para seguir em frente...e será que estão preparados? e conseguem demonstrar que estão preparados?
Queria deixar aqui um beijo muito especial a uma pessoa, que quando ler sabe quem é....por tudo o que fez e pelo o apoio que tem dado..........

1 comentário:

  1. Sentir-mos bem com nós mesmo é a melhor coisa que podemos fazer, senitrmo-nos livres, aproveitando todos os bons momentos que a vida nos proporciona. Pelo menos é assim que nos queremos sentir, é assim que queremos aproveitar a vida, mas muitas vezes isso é mais fácil pensar e aconselhar que fazer! Muitas vezes por receio, receio do que possa acontecer, das respostas que podemos ouvir, das emoções que poderemos vir a sentir, mas neste campo, não devemos ter, devemos sim lutar pela nossa felicidade, seja ela qual for o conceito que ela tenha para nós. Outras vezes por falta de oportunidade de conseguirmos libertar e desamarrar os nós que temos na nossa cabeça, no nosso coração. Esta é a parte mais complicada, porque muitas vezes os motivos desses nós estão longe, ou as coisas que gostariamos de resolver ou as pessoas com quem gostariamos de resolver situações que não se resolveram no passado não estão acessiveis.
    Mas quando isso acontece, vale a pena sentir o alivio, a leveza que esse acto nos provoca e ai sim, podemos viver com mais alegria e aproveitar melhor a vida.

    ResponderEliminar