quarta-feira, 17 de julho de 2013

A Tale of Two Brains

O que ? Quando ? porque ? Sim? Não ? tantas perguntas que rodam ao mesmo tempo , há uns tempos vi um comentário em que a mente dos homens era simples e das mulheres complicadas , e na altura concordei com  isso , mas hoje percebo que não é verdade , ou então há alturas que existem excepção momentâneas durante o nosso período da vida.
Como é óbvio, por muito digam que os homens e mulheres são diferentes, no fundo somos todos iguais , somos ser racionais , com alguns ponto de irracionais que por muito escondidos que estejam , estão e estariam sempre presentes. Muitos de nós nunca viu essa sua fase , o que é bom, mas outros já o viram . Mas levanta-se uma questão , é um ser irracional ou será apenas uma descarga de adrenalina provocada pelo stress que temos dentro de nós ?
Quanto as questões que colocamos dentro de nós , porque é que pusemos tantos "ses" nas respostas internas? Será que é medo de remar a favor da maré ? ou perdemos força e deixamos que a maré nos leve ?



sábado, 13 de julho de 2013

SkyFall

Nem tudo corre como esperamos. Por muito que tenhamos defeitos , tambêm temos virtudes.Nada nem niguem é perfeito, porque se assim fosse o que seria de nós ? todos perfeitos teria piada ? por muito que exista defeitos nas pessoas e que elas proprias assumem,isso não inpede que gostamos dela do fundo do coração.Mas para tal há que remar o barco as duas pessoas , e é chato quando vimos que é apenas a outra pessoa e nós não fazemos nada. Será que ela (pessoa) mereçe ? Onde está a nossa inercia ? desapereceu do mapa.........

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Bring Me To Life

Turbilhão de emoções  a flor da pele....Apetece berrar,gritar,mas será que alguém ouve? talvez sim , e o efeito ? Será que vale a pena, ou estaremos só a gastar as cordas vocais ?Será que o gritar leva-nos a algum lado?
Puseram-me uma questão pertinente a qual respondi que tinha sido eu , o qual levo com outra questão do género :"Como é que isso é possível?" , a qual respondi fundamentando ( a minha maneira ) como é que era possível  a qual consegui elucidar a pessoa em questão.

Será que precisamos de bater no fundo para ver que o que fizemos está errado ? Como alguém diz só damos valor quando perdemos ou pior vimos que estamos perdendo devagar.