quarta-feira, 1 de abril de 2009

Cada lugar teu



Sabemos que rumo estamos a seguir....ou que queremos seguir?Será que é a vida que faz o rumo para seguirmos ou será que nós é que fazemos para a vida seguir? Neste momento não sei.... só sei que não quero naufragar....e guardar o que é bom da vida para mim....Pensar em alguém e saber que podemos dar o melhor seja a que nível for sem medos nem receios....deixar cair as defensas que temos e zarpar no nosso rumo....deixarmos ir ate ao lugar mais profundo que temos dentro de nós...e isso é que faz acreditar na vida e no rumo para seguirmos.....

1 comentário:

  1. Muitas vezes pensamos que estamos a tomar um rumo na nossa vida, que achamos que é o certo. Damos o melhor de nós, e damos sem receios ou medos, damos porque nos faz sentido dar, porque acreditamos que vale a pena investir naquele projecto, porque acreditamos que encontramos "aquela" pessoa, mas depois a resposta pode não ser aquela que esperamos, e pensamos até que ponto queremos continuar a dar
    e se calhar ai, temos que tomar um rumo diferente na nossa vida e seguir outros caminhos, quando vemos que aquele que estavamos a seguir nao tem solução!

    De todas as experiências, de todas as situações pelas quais passamos, sejam elas boas ou más, temos que tirar sempre uma lição, mudar estratégias, mudar atitudes, porque só assim vale a pena ter passado por elas! Não temos que viver num passado, que como o próprio nome indica, é passado, mais ainda quando se passou por situações menos boas! É evidente que foram estas que nos levaram a tomar um rumo diferente na nossa vida, forçado ou não, mas levaram-nos, agora a questão está, valerá a pena continuar a trazer esse passado menos bom para o presente, ou guardar para nós os momentos que nos fizeram felizes, que nos fizeram crescer?

    Qualquer que seja a decisão que tomamos, nunca saberemos qual o rumo que ela vai seguir, e às vezes segue por um rumo que não gostariamos. Mas será porque deixamos que a decisão fosse da vida ou não teremos nós, muitas vezes na mão, o poder de decidir o rumo que queremos?

    ResponderEliminar