segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

With arms wide open

De braços abertos.....tantas formas podemos ter os braços abertos , seja receber carinho , amor , um simples gesto de conforto.....acima de tudo de amizade e quem sabe de um amor.....ter alguém com quem possamos falar desabafar.....o chegar a casa e não sentir um vazio a nossa volta..... alguém que possamos falar....são estas pequenas coisas que fazem sentir-nos vivos......

Como diz a musica:
"It seems my life is going to change
I close my eyes, begin to pray
Then tears of joy stream down my face"
Quem não gostaria de sentir isto ?

O mais importante é não perder esperança de sermos felizes ,e para tal é necessário termos amigos ou alguem que nos diz muito para alem de amigo....., que nos apoiam em tudo seja para o bem seja para o mal , aqueles que podemos contar tudo , ser nossos confidentes , conselheiros.......e para que isto tudo aconteça temos que estar de braços completamente abertos......será que estamos ? melhor estamos receptivos a deixar alguém a aproximar..........

Quantos de nós não sente essa falta( de alguém aproximar)?.....talvez muitos mas não admitem isso.....podem dizer que estão bem ,mas no fundo sentem falta de algo....todos somos pessoas com sentimentos e carências....podemos é demonstrar de maneiras diferentes mas elas sim existem......

3 comentários:

  1. A esperança é sempre a última a morrer...
    A vontade de ter alguém com quem falar, com quem partilhar o dia a dia realmente existe,
    por vezes um telefonema, um café, um simples sms faz nascer um sorriso na nossa cara, porque afinal existismos para alguém....para aquele amigo que gosta de partilhar...
    é bom sentirmos que fazemos parte da vida de alguém...mas prefiro fazer parte como uma grande amiga do que como um grande amor....
    A amizade fica, o amor passa....porque embora duas pessoas vivem juntas durante muitos anos o amor......deixa de existir, o que acaba por existir é uma habituação, um saber que está lá...
    Não fechar os braços a algo mais que uma amizade,concordo, mas existem fases na vida em que não estamos tão receptivos a isso, e aí abrimos os braços aos AMIGOS, que mesmo não estando ao lado fisicamente sabemos que estão.
    É sempre bom sabermos que alguém se aproxima, que alguém nos rodeia....faz-nos sentir pessoas especiais, mas isso todos somos! Cada um é especial à sua maneira.
    Não digo que já senti essa falta, senti muito e o pior é que senti quando estava com alguém....
    Por isso prefiro me sentir acompanhada na solidão do que sózinha acompanhada....

    ResponderEliminar
  2. Bem,parece que já dá :P

    É repetido,pois está no post anterior...ehehehe


    Ter alguém que nos oiça...esse é o principal,mas também é preciso saber ouvir essa pessoa...
    É tão bom ter alguém,assim na nossa vida.

    Todos nós temos a vontade de ter alguém,de abrir o nosso coração,o nosso ser a alguém especial...
    Todos nós queremos ter um alguém especial,que nos mime e possamos mimar,dar carinho,receber,também,mas por vezes não estamos preparados para tal,por variadissimas razões.
    É bom ter alguém com quem falar sobre tudo e nada,alguém com quem dividir os acontecimentos do dia-a-dia,alguém com quem ir ao cinema,passear de mão dada...Alguém qa quem estimar com um carinho diferente do da amizade.
    Todos queremos isso,mesmo quando dizemos que não queremos...
    Pois queremos,mas se calhar a pessoa com quem gostavamos que isso acontecesse não está em sintonia connosco.
    Por vezes há que saber dar tempo ao tempo.
    Nós estamos sempre de braços abertos,nós é que não sabemos,não temos essa noção,porque se não o estivessemos,não quereriamos se quer fazer amizade,conhecer pessoas.
    Toda a gente sente falta de alguém,não sabem quem ou até sabem quem,mas sentem falta de alguém...
    Falta do carinho,do amor,do sentir,do dar por gostar,da companhia,da cumplicidade,de ter alguém,mas um alguém especial que nos oiça,que possamos ouvir,que nos dê a mão,que nos diga "Boa noite!",que nos dê os "Bons dias",
    que se lembre de nós...Que esteja ali,sempre para nós e que nós possamos estar sempre para aquela pessoa.
    Eu reconheço,sinto falta disso,sinto ter a tal carência...
    Sinto falta de alguém,mas...
    Enfim,há sempre um mas...
    Mas aqui a questão não sou eu!

    Temos que ser felizes,aprender a sê-lo,a fazer por isso,quer tenhamos alguém ao nosso lado ou não...
    Por vezes temos amigos a quem estamos de braços completamente escancarados e acaba por ser muito bom,mesmo sem a outra parte...ou até podemos ter um pouco da outra parte.
    Nunca desanimar...
    Quem sabe se aquela tal pessoa,que não conhecêmos,ou até podemos conhecer,não estará ali já ao virar da esquina para essa felicidade mutua,que é,o encontro de dois seres humanos,ambos com vontade de se partilharem um ao outro.

    Junta todos os pedacinhos para os teres como recordação,num báu guardado algures na tua mente,que depois,quando fores velhinho vais recoradar e aí vais perceber que foste feliz! :o)

    E sim,todos nós precisamos e queremos alguém.

    Beijos e fica bem ;o)

    ResponderEliminar
  3. Todos nós já ouvimos esta expressão: "alguém para dividir as tristezas e partilhar as alegrias" É tudo o que qualquer um de nós quer!
    Quanto bom não é chegar a casa e receber o abraço bem apertado e um beijo, perguntar como correu o dia, sentar no sofá, encostadinho a ver um filme ou o que quer que seja e poder comentar o que se esta a ver! Como é bom, poder adormecer abraçado a quem se ama e acordar com um "Bom dia Amor" Chegar o fim de semana e poder disfrutar desse tempo com o nosso amor, fazendo o que se quer, passear de mão dada...
    Que conforto é, poder chegar a casa, às vezes aborrecido com o trabalho ou com qualquer coisa menos agradavel que aconteceu e saber que está alguém à nossa espera, alguém que nos ouve, que nos aconselha, alguém que nos entende mesmo quando não falamos!
    Eu costumo dizer assim: Uma pessoa para ser feliz nao precisa de ninguém ao seu lado, precisa sobretudo estar bem consigo mesma, gostar de si acima de tudo e ter tudo muito bem resolvido na sua cabeça! Mas também digo, que uma pessoa pode ter uma casa, um carro, em emprego, uma familia fabulosoa e uns amigos fantásticos, mas a parte emocional, a sua estabilidade é muito importante! E desta forma não podemos ser hipocritas ou cinicos em dizer que nao precisamos ou nao sentimos falta de alguém, porque nessa altura, se fosse como o pinóquio, o nariz cresceria, uiii nem imagino quanto!!
    Todos já sentimos em algum momento da nossa vida que a nivel profissional, por exemplo, as coisas não correm bem, mas esse problema é atenuado pelo carinho e amor que recebemos quando chegamos a casa, pelos braços abertos que temos à nossa espera!

    Podem dizer, então mas e se a vida familiar nao for boa, isso já não acontece! É verdade, sem duvida, mas nao é este o objctivo deste tema, que sabe no futuro e nessa altura terei outras a falar sobre ele!

    Todos, sem excepção, sentimos falta de carinho, de amor, de atenção, de alguém ao nosso lado, mas muitas vezes isso é dificultado pelo medo de uma nova relação, mais ainda se a última tiver sido traumática, mas é por isso que vamos desistir de ser felizes? É por isso que vamos fechar a porta e fechar os braços?
    Amar e ser amado é o propósito de todos nós, e quanto a isso não há volta a dar, mesmo que o neguemos a nós proprios, alguns por medo, alguns por se convenceram que sozinhos é que estão bem! Nós somos seres sociais e precisamos todos uns dos outros, ninguém tenha a pretenção de dizer que não precisa de ninguém!! Todos precisamos, basta não sermos egoístas, não sermos egocentricos, o mundo não gira à volta do nosso umbigo!
    Quando gostamos de alguém só temos que o dizer, e nao estou a falar só em o dizer verbalmente, porque muitas vezes dizemos e não o sentimos na realidade, mas os gestos as atitudes falam mais que mil palavras, um simples olhar é capaz de dizer em segundos aquilo que nós não conseguimos dizer em horas!
    Amar e ser amado é uma das melhores coisas do mundo, é aquilo que nos completa, que faz de nós sermos humanos com sentimentos! Amar implica muitas vezes duvidas, ansiedade, receio de não sermos correspondidos, mas se nao estivermos nós mesmo de braços abertos a felicidade, isso torna-se mais dificil!
    Pensamentos positivos atraem coisas positivas, atitudes sinceras atraem atitudes sinceras, se abrirmos os nossos braços a alguém, mesmo que esse alguém no inicio nao o perceba, mais tarde ou mais cedo esses braços sentirão o calor de quem queremos abraçar!
    O importante é nunca desistirmos de ser feliz, NUNCA! Desistir de ser feliz, é desistir de viver!
    Não importa como demonstramos o que sentimos, o que importa é demonstrar!

    ResponderEliminar