sábado, 21 de fevereiro de 2009

One Last Breath

Todos nós somos ser humanos , com sentimentos , e que todos nós gostamos de ser acarinhados....será que nos dias de hoje isso é cada vez mais difícil de encontrar? Há tantas formas de podermos receber esses carinhos.....um bom ombro amigo ou amiga....saber que temos alguém ali ao nosso lado que nós dá o apoio...aquele que nos liga quando menos esperamos....aquele com quem podemos desabafar...chorar....rir.....quantos de nós não sente falta de receber um carinho?....um miminho....ou será que na nossa sociedade de hoje só pensam em fazer isso com intuito de a seguir levar para a cama para se satisfazerem a si mesmos? Não digo que o sexo em si não seja bom e que num relacionamento entre dois seres não seja fundamental, claro que sim. Mas é necessário o resto, esse resto também é muito importante, é a base de um relacionamento....amizade , cumplicidade,respeito,saber ouvir,etc.....
Mas a parte dos relacionamentos.....qual é o objectivo e o que é que as pessoas pensam do conceito de amizade? Qual o objectivo quando conhecem alguém novo? Será que não podem ver um homem sozinho.....fazem logo um "filme" que ele anda a procura de algo ou de alguém porque não pode estar sozinho muito tempo.....já agora porque é que um homem não pode estar sozinho muito tempo?......e o oposto porque é que isso não acontece na sociedade de hoje? Sim são algumas questões pertinentes....mas que algumas pessoas não as fazem...mas não sei porque. Vivemos numa sociedade livre , cada um com a sua filosofia de vida....mas respeitem a dos outros.


3 comentários:

  1. Eu costumo dizer que a sociedade de hoje está doente,pois apesar de as pessoas quererem ter alguém,seja amigo ou namorado(a)ou marido ou mulher ou amante,acabam por não saber dar ou não saber receber...
    As pessoas têm necessidade de carinhos,dar e receber,mas têm medo de o dar,têm medo de se dar.
    Na sociedade de hoje em dia acha-se que a única maneira de se ter carinho é atravéz de alguém que nos é marido ou mulher ou namorado(a) ,pois associam o carinho ao amor romântico,no caso de dois adultos.
    Se reparares,nos sites onde te inscreves para conheceres pessoas,a mior parte acaba por estar à procura de sexo.
    Vez isso logo nos primeiros diálogos que manténs com as pessoas.
    Há uma tal falta de amor enorme,as pessoas têm um tal medo da solidão,de estarem sozinhas consigo mesmas que vão por outros meios tentar arranjar uma coisa que só as satisfaz naquele instante,pois é um sentimento momentaneo,uma eufuria na altura,mas é só sexo .
    É bom?
    Sim é bom,mas falta algo principalmente se for entre duas pessoas que se conheceram só para isso,que depois acabou,não mais contacto algum.
    As pessoas têm tanto medo de estarem sozinhas durante a vida,mas ao mesmo tempo têm medo de estar acompanhadas,de sofrer desiluções,de se magoarem que acabam por achar que assim é a melhor maneira de viver.
    Somos uma sociedade de consumo de bens materiais mas também de sexo pelo sexo,com a agravante que as pessoas não querem sentir além do que se sente por ter sexo.
    Não querem ficar "presas",tal é o medo de se "prenderem" a alguém,o medo de perderem a liberdade,do quê ainda não percebi.
    Pois se duas pessoas se amam e querem estar juntas é porque se sentem completas uma com a outra,completam-se e complementam-se,têm uma amizade,têm a tal cumplicidade,mas que neste caso será ainda mais profunda,respeitar o outro,os seus sentimentos,pensamentos e maneiras de ser, saber ouvir quando o outro fala...
    A amizade é a base para um bom entendimento romântico,aliás a amizade é a base de todo o relacionamento sentimental.
    Conhecer alguém novo é óptimo!!!!:D
    É uma descoberta interessante,misteriosa,
    estimulante,conhecer a pessoa pela pessoa.
    Não somos todos iguais por isso é sempre bom conhecermos pessoas com pontos de vista diferentes do nosso.
    Para mim fazer amigos,conhecer pessoas é muito bom.
    É uma descoberta que muitas das vezes nos ajuda a descobrirmo-nos,ajuda-nos a encarar as coisas de outra maneira,a ver que a nossa vida não é muito diferente da dos outros,que todos temos problemas,mas a melhor de conhecer pessoas e fazer amizades é que conhecemos pessoas maravilhosas,claro que há excepções, pessoas que se tornam muito importantes na nossa vida e nós na delas,pessoas que nos dão carinho,mas a quem também podemos dar,com quem podemos passar horas e horas na conversa,com quem sair,fazer disparates,rir,dar gargalhadas de alegria,viver aventuras fora de série,mas também que estão lá para nos ajudar nos momentos em que estamos menos bem,e o mesmo da nossa parte,sermos amigos para todas as ocasiões.
    Na sociedade de hoje ainda estão muito enraizados os saberes,costumes e manias dos tempos idos.
    Homens e mulheres têm que estar casados.
    Homens que não se casam são uns Dom Juan e só querem a boa vida e mulheres que não se casam são umas encalhadas.
    É como a questão de que um homem pode estar sexualmente envolvidao com duas ou mais mulheres e é considerado pela sociedade como um garanhão,mas um amulher que esteja com dois ou mais homens já é uma devassa,filha da vida,para não dizer outras coisas e ficará muito mal vista aos olhos da sociedade...
    Vivemos numa sociedade muito hipócrita!!!
    Enfim...
    Quando um homem ou mulher,após um divorcio,diz que está bem assim sozinho,os amigos dizem que não acreditam e querem sempre fazer "arranjinhos",pois acham que ele ou ela está melhor com um parceiro ou parceira.
    Não acho que haja essa necessidade e se houver a própria pessoa o saberá e na altura certa para ela o fará,seja com quem fôr...
    Pode ser com uma amiga ou amigo de longa data,com quem nem sequer estava nada à espera que acontecesse como com uma amiga ou amigo que conheceu à relativamente pouco tempo.
    Por vezes é com quem menos se espera.
    Mas a questão é que a pessoa tem que querer,pode "procurar" ou não,mas tem que querer.
    Cada um vive,pensa e age de maneira diferente...
    Somos amigos de alguém,podemos preocuparmo-nos com esse alguém,querermos,como é normal,que essa pessoa seja feliz,mas temos que respeitar o seu espaço,a sua vontade de viver a sua vida,da maneira que quer...
    Saber ouvir esse amigo(a) para que não o magoemos,pois a amizade é sagrada,é um sentimento muito nobre entre os Homens.




    Beijocas grandes e fica bem. ;o) :o)

    ResponderEliminar
  2. Sociedade aberta, mentalidade aberta?
    uma completa utopia....
    Os problemas maiores da nossa sociedade centram-se no lema de que somos uma sociedade com mentalidade jovem....será que somos?
    Então porque a maior parte das pessoas pensam como pensavam os nosso avós?
    Tanto preconceito, tanta mesquinhice, tanta hipocrisia...
    Porque não achar as opções dos outros uma coisa mais normal do mundo?
    Porque não achar as atitudes dos outros certas?
    Quem somos nós para criticar ou dizer seja o que for?
    Ninguém!
    Se ficamos furiosos quando somos chamados à atenção por aquilo que fazemos, por aquilo que dizemos, que moral temos para fazer o mesmo em relação às outras pessoas?
    Vivemos num mundo livre, por isso tanto os homens como as mulheres têm a liberdade de ter como opção ficar sózinho, porquê criticar essa opção?
    Voltando à questão de uma amizade entre um homem e uma mulher, porque não pode existir?
    Será que é difícl e perceber que uma amizade assim acaba por ser saudável?
    Muito sinceramente prefiro ter Amigos homens, pois porque uma pessoa souber conduzir uma relação de amizade verá como os homens como Amigos são pessoas fantásticas.
    A cumplicidade vai ganhando asas e acaba por ser do tamanho do mundo.
    E nesta sociedade vil acabamos muitas vezes por ter medo de dar e receber um carinho, um miminho, porque a tensão que paira no ar no dia-a-dia faz-nos estar sempre de pé atrás perante demosntrações de afecto, só que essas demonstrações aquilo que nos fazem é somente "lavar-nos a alma".
    Existe uma falta muito grande de demosntraç~~oes de afecto gratuitas, porque a maior parte das pessoas nada faz sem esperar algo em troca. E quando recebem um simples sorriso sincero não ficam satisfeitos porque querem sempre algo mais.
    Porque haveremos de fazer algo a alguém, nem que seja um simples carinho, um mimo, uma banal companhia esperando que nos retribuiem?
    Será que um homem não se pode aproximar de uma mulher somente para uma simples conversa?
    Porque será que quando começamos uma conversa com um homem, acabamos por ouvir: cuidado, o que ele quer é somente te levar para cama....e se estiverem enganados? Não damos oportunidade? Muitas vezes não porque vivemos daquilo que os outros nos dizem e afastamo-nos...
    Porque será que essas pessoas só sabem ver mal em tudo?
    Por vezes isso acontece por se acharem superiores aos outros e acham que sabem tudo sobre tudo...
    Será que , por como elas dizem, por terem passado uma má experiência, são donos da razão?
    Por terem estado mal os outros são obrigados ao mesmo?
    Essas pessoas são umas desocupadas pois só vivem para verem o mal dos outros esquecendo-se muitas vezes de olharem para o espelho.
    Será que isso acontecesse por acharem que têm a dita mentalidade aberta, e que afinal não a têm?
    Será que é por não terem a capacidade de conseguirem ser felizes?
    A máscara usada no dia-a-dia mostra-nos que aparentemente são pessoas felizes, mas interiormente são tão trsites, tão pequenas...
    Porque vivemos numa sociedade de falsidade, as pessoas vivem rodeadas de sorrisos forçados, de caras aparentemente alegres, mas tudo isso não passa de mera fachada!
    Porque não se pode ser verdadeiro?
    Rir quando nos apetece rir,
    Chorar quando nos apetece chorar,
    Gritar quando nos apetece gritar....
    Por vezes temos a sorte de nos deparar com Amigos que não esperam nada em troca e podemos rir se estivermos alegres,
    chorar quando estamos tristes,
    gritar quando estamos zangados,
    mas também nos dispomos a aceitar atitudes identicas da outra pessoa, não por cobrança
    e sim por cumplicidade, por carinho.
    Só é pena que neste mundo estúpido haja tanta dificuldade de encontrar alguém que saiba dar e receber demonstrações afecto gratuitas...
    As pessoas habituam-se às ditas cobranças e passam a vida a exigir tudo isso dos outros.
    A "sociedade" de hoje em dia queixa-se de que a juventude de hoje são mal agradecidos, como bão haverão de ser se são obrigados a viverem num mundo que em vez de oferecer carinhos exige cobranças?
    Desde pequena fui educada de maneira em que se me faziam algo teria que retribuir, nem que fosse com um obrigado, mas com o decorrer dos anos deixei de gostar dessa palavra: Obrigado!
    Obrigado?
    Será que quem nos faz algo é obrigado a fazê-lo?
    Porque não utilizar antes: Muito Agradecido?
    Não soa muito melhor?
    Todos estes anso batalhei contra essa maneira de pensar que me tentaram incutir, talvez por isso me digam que sou refilona, que sou uma revoltada....
    Mas será que sou tudo isso, só por querer lutar por aquilo que acredito?
    Por querer dar e receber demosntrações gratuitas de carinho?
    Ganhei o rótulo de "ovelha ranhosa" por lutar por aquilo que acredito, e muito sinceramente acredito que nesta estúpida e cruel sociedade se oferecermos sem estarmos à espera de retorno conseguiremos encontrar a paz de espírito e a dignidade de podermos seguir em frente de cabeça erguida sem termos medo de tropeçar nas imbecibilidades da vida e nos voltarmos a erguer.

    ResponderEliminar
  3. Todos nós gostamos de receber carinhos, mesmo aqueles que dizem que não precisam de ninguém (como se isso fosse possível!) e estamos sempre receptivos para tal, mas quando se trata de dar, a história já é outra!
    Vivemos numa sociedade em que o egoísmo impera, e cada dia que passa é cada vez pior! As pessoas só olham para o seu umbigo, o mundo gira à sua volta (pensam elas) e como tal a preocupação com os outros fica como sendo uma coisa em 10º lugar!
    Todos nós em algum momento da nossa vida, e às vezes, em muitos momentos precisamos de alguém ao nosso lado que nos acarice, que nos dê uma palavra de conforto, que nos apoie, mas quantas vezes isto acontece reciprocamente? Mas o mais triste ainda, é quando a outra pessoa precisa e nós estamos lá, mas quando somos nós a precisar, a outra pessoa tem sempre algo mais prioritário para fazer ou não "tem tempo" E isto acontece até com pessoas que nós consideramos amigas, com quem convivemos muitas vezes!
    A questão está no conceito de amizade que cada um tem!

    Infelizmente, ainda existe muito o conceito de que 2 mulheres ou 2 homens podem ser amigos, mas uma mulher ser amiga de um homem não é muito "normal", há sempre um objectivo por de trás, principalmente em relação ao homem! É claro que um homem e uma mulher podem ser amigos desprendidos de qualquer uma segunda intenção, aliás eu falo por mim, os meus melhores amigos são na sua maioria homens e nunca tive razão nenhuma de queixa, porque é uma amizade pura! Tudo depende, como já disse anteriormente, do conceito de amizade que se tenha! Quantas não são as amizades entre mulheres ou entre homens, que só o são, com algum objectivo? Só o são como forma de alcançar um emprego melhor, conhecer atravez dessa pessoa, outras que lhe possam trazer algum benefício?

    Infelizmente existe uma situação que me deixa muito triste, mas que existe: "por causa de uns pagam os outros" As pessoas estão tão viradas para elas mesmas, são tão egocêntricas, cínicas, hipócritas que quando encontram alguém sincero, frontal dizem que têm a mania que são melhores que os outros, que se acham superiores, que são antipáticos! O problema é que as pessoas já não sabem o singificado destas ultimas palavras, já não estão habituadas a pessoas com valores!

    Colocas aqui uma questão bastante pertinente e que, de facto, deviamos todos pensar nela: Porque é que um homem não pode estar sozinho muito tempo e uma mulher pode? Porque é que há sempre a ideia que um homem não pode estar sem sexo muito tempo e a mulher pode? Porque é que o homem pode tudo e a mulher não? Porque é que um homem com várias mulheres é macho e uma mulher com vários homens é p...?
    Felizmente, a mentalidade da nossa sociedade está a mudar relativamente a estes conceitos todos, mas ainda é uma minoria! Não podemos mudar o pensamento em pouco tempo, aquilo que já existe há seculos! Mas compete-nos a cada um de nós, fazer mudar isto!
    Um pensamento tipico é que o homem tem mais necessidades sexuais que as mulheres! Será mesmo assim, ou é porque continuamos a pensar como os nossos avós e nada fazemos para alterar isso?
    Outro dia em conversa com um amigo, falávamos em relações homens/mulheres e como cada um lida com a situação e ambos tivemos a mesma opinião: hoje em dia, são muito mais as mulheres que procuram relações frutíferas que os homens! Neste momento são mais os homens a terem "pensamentos de mulher" que o contrário! eu sou mulher, mas sei que as coisas são assim e todos conhecemos mulheres com este tipo de pensamento! Então se é assim, porque se continua a "crussificar" o homem quanto às sua intenções em relação a uma mulher?
    Talvez fosse bom todos reflectirmos sobre isto! Talvez fosse bom começarmos a olhar para o homem como uma pessoa com sentimentos, claro, com necessidades como todas as pessoas, como as mulheres têm e refutarmos a ideia que o homem quando se aproxima de uma mulher é só para a cama! A questão está em sabermos distinguir os que só querem realmente isso dos que não querem, mas para isso temos que deixar o nosso coração aberto e deixaramo-nos de preconceitos, de estigmas!
    A liberdade de um acaba quando começa a liberdade do outro! Se queremos que nos respeitem, nos vejam como nós realmente somos, temos que respeitar e ver como o outro realmente é!

    ResponderEliminar