segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Momento

Momento.....ui se entrarmos por ai começamos a falar sem parar... O que é o momento? começamos logo por ai, a vida por si só é um momento, e temos é que saber aproveitar os momentos que ela o trás , sejam eles quais forem.
A quem diga que se não tentarmos nunca poderemos saber a resposta.....mas por um lado será que vale tentar apesar de ter medo de perder ? seja o que for o que queiramos tentar?
Com costumo dizer o tentar é um pau de dois bicos, mas por um lado se vermos bem é de três bicos. Podemos ter sorte e corre tudo bem,podemos nao ter tanta sorte e fica tudo na mesma e por fim nao ter tanta sorte e perder um pouco do que se têm até ao momento em questão.
Como toda a gente ninguém quer perder nada, mas a vida não é feita só de momentos bons , também temos que estar preparados para os menos bons. Ninguém disse que era justo e fácil.
Nos momentos menos bons entra ai a amizade das pessoas , dos amigos verdadeiros , aqueles que podemos contar para tudo. Os nossos confidentes, aqueles que podemos falar de tudo sem parar e ouvem sem fazer nenhum "frete" aqueles que criticam todos os nossos actos . Aqueles que ouvem as nossas duvidas e dão-nos uns abanões....porque para eles , querem o nosso melhor.....e será que nós os ouvimos nesses momentos? ou será que ouvimos o que queremos ouvir?ou será que.....

4 comentários:

  1. Passo a opinar:
    o tentar só tem 2 bicos! LOL ou ganhas ou ficas na mesma! Porque se perderes o que tinhas, é porque, no fundo, não tinhas nada! :)Por isso ou tentas e apascentas ovelhinhas ou não tentas e tratas da ovelhinha que tens. Se por acaso tentares alguma coisa na tua vida e perderes o pouco que tinhas, é porque não perdeste nada! Ganhaste espaço para tentar outras coisas! para evoluir!
    Um dia destes posto no meu blog uma resposta à tua questão!
    Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  2. O momento...
    Bem há momentos para tudo...
    Há o momento para algo acontecer.
    Há momento em que acontece algo,mas que tu não estás nesse momento virado para esse momento.
    Por exemplo há alturas em que tu estás "aberto" a um entendimento amoroso com alguém,mas para esse alguém não é o momento,ou tu não estás e a outra pessoa está.
    E isto acontece em tudo na vida.
    Há alturas em que estás lá no momento certo e outras que estás lá mas embora seja o momento tu não estás apto para o "agarrares"
    Tentar,seja o que fôr,é sempre positivo,o ficar a olhar para o ar e depois passar o resto da vida a pensar que deveria ter feito isto ou aquilo é uma má maneira de viver.
    Ter uma amizade e de repente perguntar a essa o que acha de desenvolver a amizade com a possibilidade de algo mais,numa de ver o que acontece,mas deixando fluir,sem qualquer compromisso e sem medo de arriscar,porque a amizade que já existe fica.
    Poderá levar um pequeno rombo,mas com o tempo e falando,volta tudo ao inicial.
    Ou até podem recomeçar,sim porque uma amizade também pode recomeçar,voltar a ganhar força,mesmo depois de ter havido um envolvimento algo mais forte.
    É tudo uma questão de tentar.
    Mas nesse caso tem que haver um entendimento mutuo,um conseguir saber interpretar nas entre linhas de cada um,tem que haver também um diálogo silêncioso,o saber como a outra pessoa vai reagir de ante-mão ao que lhe dizemos,
    prever qual a reacção ou resposta da pessoa a algo que nós digamos.O conhecimento do outro pelo outro e o gostar de ter esse conhecimento,e que gostemos que o outro tenha esse conhecimento de nós.
    Mas tudo tem o seu momento,a questão é que nós temos que estar em sintonia com esse momento e ,neste caso,em sintonia com a pessoa,ou seja que ambos o queiram.
    Os Amigos...Esses são a nossa alegria e muitas vezes o nosso cálvario,sem culpa alguma de o serem,pois para eles tem tudo haver com o nosso bem estar,com o quererem que sejamos felizes.
    Por vezes os amigos querem tanto ver-nos bem que nos dizem certas coisas que embora para nós não seja nada daquilo,por vezes nos ficam a moer o juizo.
    Do género "Olha lá aquele teu amigo com quem tens saido.Eu acho que ele está interessado em ti e que tu estás interessado nele"...enfim... a questão aqui é que por vezes,embora nós não sintamos algo mais do que amizade,acabamos por vezes,por sugestão irmos um pouco atrás do que nos dizem e depois podemos "achar" que estamos realmente interessados no tal amigo e que esse tal amigo está interessado em nós...Aqui joga muito o poder da sugestão e o nós,embora por vezes digamos que não,mas queremos algo mais do que amizade,podendo até nem ser com alguém em especifico,ser puramente a procura de um companheiro ou companheira,que nos leva depois a ter essa ilusão de que estamos interessados nesse alguém.
    Os momentos são para ser agarrados ou largados e nunca mais pensar neles.
    A vida é um momento com o qual temos que estar em sintonia,para que possamos ter,quando formos mais velhos,o momento de recordar todos os momentos por que passámos,os felizes e os menos felizes.
    Podemos comparar a vida a um autocarro,onde cada paragem é um momento onde sais e vives o momento,se o quizeres viver,depois voltas a apanhar o autocarro e voltas a sair na próxima paragem,para viver o próximo momento,podenedo optar por não para nessa e ir em frente para a paragem seguinte.
    Quanto ao "ouvir" o que as pessoas nos dizem..
    Pois,por vezes ouvimos o que queremos ouvir ou o que não queremos ouvir.
    Por vezes ouvimos uma coisa,mas acabamos por lhe dar um sentido e uma volta de modo a ir de encontro aos nossos desejos.

    Beijocas e fica bem :o)

    ResponderEliminar
  3. Todos os momentos vividos
    são importantes
    Nada acontece por acaso
    Sejam bons ou sejam maus
    Servem para nos ensinar
    A subir mais um degrau
    Da escada da vida
    Assim devemos saber tirar proveito
    Desses momentos todos.
    Alguns desses momentos
    Só acontecem quando se arrisca,
    Quando não se tem medo
    Do que possa advir desse risco.
    Por vezes é necessário ser ponderante
    E tentar perceber se vale a pena
    Arriscar para se ter algo mais
    Ou manter aquilo que já foi conquistado.
    Mas a vida é uma sucessão de riscos
    E com isso teremos que seguir
    O nosso coração, a nossa razão
    e arriscar sómente quando achamos
    Que o devemos fazer.

    ResponderEliminar
  4. A vida é feita de momentos, bons e menos bons e em qualquer um deles, aprendemos sempre alguma coisa!
    Todos os bons momentos que a vida nos proporciona, têm que ser vividos com intensidade, com garra, com paixão, porque não sabemos quanto esse tempo vai durar. O problema é que muitas vezes por medo, receio, preconceitos, não aproveitamos e os momentos passam ao nosso lado e nem tempo para dizer "adeus" temos e depois, arrependemo-nos, condenamo-nos, blá, blá, blá!!
    Como eu costumo dizer, prefiro arrepender-me sempre daquilo que faço do que daquilo que não faço! Porque pelo menos sei o que aconteceu, mesmo que o resultado nao seja o esperado! Mas até das coisas menos boas nós tiramos uma lição!
    E são nos momentos menos bons e mesmo maus que descobrimos quem são os nossos verdadeiros, reais amigos e às vezes apanhamos cada decepção!!
    Os verdadeiros amigos são de facto aqueles que mesmo sabendo que nos vão magoar, com aquilo que nos vão dizer, dizem-no na mesma! Ficamos tristes (mais ainda) às vezes magoádos com tanta frieza e com uma vontade de nao falar mais com a pessoa! Na altura, de facto, ouvimos mais nao escutamos, e voltamos a repetir tudo o que nos vai na alma, continuamo-nos a queixar, a falar do mesmo... e se esses amigos forem mesmo verdadeiros, vão.nos ouvir mil vezes se preciso for e repetir as mesmas coisas até quem um dia as escutamos, o clic acontece e tudo muda!
    Independentemente, o importante é sabermos aproveitar todos os momentos que a vida nos proporciona, mesmo que mais tarde nos venhamos a arrepender!

    ResponderEliminar